A Associação Parkinson do RS - APARS, fundada em 2002, tem o propósito de contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas afetadas pela doença de Parkinson e de seus familiares. É uma entidade sem fins lucrativos, políticos ou religiosos, de caráter beneficente e educativo. Sobrevive unicamente graças à sua contribuição, pois não possui nenhuma outra fonte de receita. Entre as ações que realizamos estão: apoio, orientação e informações aos portadores da doença de Parkinson, seus familiares e cuidadores; palestras a cargo de profissionais da saúde, tais como neurologistas, neurocirurgiões, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, entre outros, e promover ações junto a entidades públicas visando garantir o acesso regular aos medicamentos.
Nossas atividades se desenvolvem na AMRIGS e IPA, os quais nos apoiam e ainda contamos com o suporte do SIMERS e Naturovos.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Doença de Parkinson


Qua, 07/09 - 20h30

Doença de Parkinson

Tremor e rigidez muscular podem ser sinal de Parkinson


Publicado em 30/08/2011 - 15h26 • Atualizado em 02/09/2011 - 18h29



Aprenda mais sobre a doença de Parkinson

A lentidão dos movimentos, tremor, rigidez muscular entre outros sintomas não-motores são algumas das características do Parkinson. A doença degenerativa causa problemas na musculatura e destrói células nervosas essenciais para o controle dos movimentos. Na quarta-feira (07), às 20h30Ser Saudável aborda o tema e apresenta as formas de tratamento.

Este episódio mostra a história da aposentada Norimar Santos Castanheiros, de 62 anos, que convive com a doença de Parkinson há 12 anos. A lentidão dos movimentos do braço esquerdo fez com que Norimar procurasse ajuda médica, que resultou no diagnóstico. Hoje, ela toma remédios e faz atividades físicas como caminhada e hidroginástica, mantendo uma rotina saudável e no controle da doença.
Os jogos de realidade virtual, medicamentos, acompanhamento psicológico e a fisioterapia ajudam no tratamento da doença. Para explicar detalhes e falar sobre a importância das terapias em grupo, participam deste programa o chefe da unidade de distúrbios do movimento do HCPA/RS, Dr. Carlos Roberto Rieder; a psicóloga da APARS, Neusa Chardosin; a fisioterapeuta Vera Striebel e o neurocirurgião do Hospital Moinhos de Vento/RS, Dr. Telmo Reis. Este programa foi produzido sob orientação do Dr. Maurício Gheller Friedrich.
Fonte: TV Brasil.

Nenhum comentário: